A Transformadora Chama Violeta

26 Mai , 2010 Saint Germain

Alguns aspectos da Chama Violeta

1- A Lei da Misericórdia

A harmonia do nosso Universo é regido basicamente por 3 Grandes Leis, a saber: a Lei de Causa e Efeito; a Lei da Evolução; e a Lei da Misericórdia.
A Lei de Causa e Efeito, também conhecida como Lei do Carma, estabelece que tudo que é lançado ao Universo retorna, cedo ou tarde, ao expedidor. Em outras palavras, tudo que semeamos devemos colher. A energia qualificada e irradiada, seja boa ou má, conhece seu gerador e a ele retorna, com o objetivo de ser liberada, enriquecida por energias semelhantes que encontra em seu trajeto. É por isto que se diz: “quem semeia vento colhe tempestade” e, podemos acrescentar, quem espalha a boa vontade alcança a paz. É com base nesta Lei que devemos entender que nossos atos e omissões, bem como pensamentos, sentimentos e palavras, decorrentes de nosso caráter, são os reais responsáveis por nosso destino ou “sorte”.
A Lei da Evolução se sobrepõe à de Causa e Efeito estabelecendo que, a cada ciclo de retorno, a consciência deve subir um degrau na escada evolutiva. Caso contrário, permaneceríamos estagnados, presos aos ciclos de ação e reação. Se visualizarmos a Lei do Carma como um círculo fechado, como se tudo retornasse ao ponto de partida, certamente que a Lei da Evolução deve ser representada por uma espiral ascendente. Isto significa que esta Lei abre o círculo de retorno para que possamos nos desvencilhar da reação de nossos próprios erros passados e avançar na escada evolutiva. Mas, para que tal aconteça, é necessário avançar com o firme propósito de não mais cometer os mesmos erros.
A Lei da Misericórdia é a verdadeira Lei de Deus. Misericórdia significa receber muito além do que merecemos. É a Lei do Perdão. Por ela, podemos nos libertar dos ciclos de ação e reação e, até mesmo, da morosidade dos degraus evolutivos, avançando celeremente em direção à consciência mais elevada de nosso ser e alcançar a definitiva liberdade. É aqui que age a Chama Violeta.
O Fogo Violeta é a própria ação da Lei da Misericórdia e do Perdão. Trata-se de um instrumento divino que foi usado por todos Aqueles que alcançaram a Vitoriosa Conclusão na Luz de Deus que nunca falha e se tornaram Mestres Ascensionados.
É esta poderosa ferramenta – a Chama Violeta – que nos é gentilmente oferecida pelo Mestre Ascensionado Saint Germain para que, trabalhando em estreita cooperação, possamos auxiliar no estabelecimento da definitiva Idade de Ouro para a Terra e seus habitantes. Por que não nos agarrarmos a esta maravilhosa oportunidade?

Exercício:

Visualizar a pessoa ou pessoas com quem estamos em atrito, desarmonia ou desacordo, envoltas numa purificadora fogueira de Chama Violeta e afirmar por três vezes, silenciosa ou audivelmente, EU SOU a Lei do Perdão e da Chama Transformadora de todo erro que cometi consciente ou inconscientemente, nesta ou em vidas passadas. Para terminar: EU SOU a Lei do Perdão e da Chama Transformadora de todos os erros da humanidade.

2- Alquimia e Transmutação

A busca de todo alquimista é a chamada “pedra filosofal”, um instrumento ou dispositivo capaz de transformar metais inferiores em metais superiores, por exemplo, chumbo em ouro. A verdadeira alquimia, contudo, trabalha no sentido de transmutar as baixas tendências do homem inferior nas nobres qualidades do homem superior, isto é, combater os vícios e desenvolver as virtudes.
Isto normalmente é alcançado por uma busca incessante e por uma disciplina rigorosa. Vale aqui a máxima que diz: “o preço da liberdade é a vigilância”, ou seja, estar atento para que a prisão imposta pelos vícios não prevaleça.
Durante séculos e por encarnações seguidas, o Mestre Saint Germain, o Mago da Aura Violeta, esteve entre nós praticando e ensinando a alquimia, a magia da transmutação. Nos tempos atuais, já como Mestre Ascensionado e Chohan do Sétimo Raio, encarregado da Dispensação da Nova Era, Saint Germain se esforça em transformar a Terra, um planeta denso envolto em trevas, na Sagrada Estrela da Liberdade. Para isto, Ele conta com o apoio e auxílio da Grande Fraternidade Branca, juntamente com Seus discípulos, e com um poderoso instrumento de transmutação: a Chama Violeta.
Quando estudamos o espectro da luz, aprendemos que a luz original é composta por vários raios coloridos de diferentes freqüências vibratórias. No espectro da luz visível, a que é percebida pela visão humana, estes raios podem ser contemplados no maravilhoso fenômeno do arco-íris. Entre eles, a luz violeta é a de mais alta freqüência vibratória. Por isto, ela acelera a vibração de tudo com que entra em contato.
Este é o princípio alquímico da Chama Violeta: acelerar a vibração dos elétrons de todas as substâncias a tal ponto de produzir a transformação da matéria densa em substância luminosa, a transmutação das trevas em luz. Quando aplicada numa situação ou mesmo num objeto, a Chama Violeta penetra nos interstícios atômicos, queimando e consumindo as substâncias negras e pesadas ali presentes, assim permitindo que os elétrons e os átomos passem a vibrar mais acelerados, provocando uma verdadeira transmutação.
Após a passagem da Chama Violeta, as substâncias e as situações não são mais as mesmas. Transmutando trevas em Luz, a Chama Violeta se assemelha à sonhada “pedra filosofal” dos antigos alquimistas.


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *