Um Amigo (2a. Parte) – Perguntas e Respostas

11 Out , 2010 Amigo Melquizedeck

Pergunta: Como situar o estado de Buda em relação à Tri-Unidade?

Querida Irmã, o estado de Budado é um estado de Samadhi.

Não existe um Samadhi, mas vários Samadhi.

Os primeiros Samadhi correspondem simplesmente ao estabelecimento da Vibração em meio ao Coração, que isso seja pela Coroa Radiante e, agora, pelo Triângulo Sagrado, podendo se manifestar em outros locais por um sentimento doloroso naquele nível.

E depois, gradualmente e à medida da descristalização da Dualidade, se estabelece em vocês um sentimento de leveza, uma Vibração cada vez mais doce, que confina à dissolução na Unidade, o que é denominado no Vedanta o ‘estado de Brahman’.

O ‘estado de Buda’ situa-se na intersecção do último Samadhi, apenas antes do que é chamado de Maha Samadhi, aquele que confere a imortalidade e então o retorno à Essência.

Buda é uma etapa, não é uma conclusão.

Pergunta: Como conciliar Presença no Coração e Presença em nossa vida concreta?

Caro Irmão, cada caso é diferente, cada ser humano é diferente. Alguns dentre vocês, aqui, foram obrigados a deixar tudo para se estabelecerem no Coração.

Outros continuam ao mesmo tempo a ter ocupações em meio à Ilusão, que isso seja as crianças, uma responsabilidade, que isso seja um trabalho, mas, em definitivo, gradualmente e à medida que as semanas passam, e vocês se estabelecem, se tal é sua escolha, na Unidade, vocês irão constatar que terão cada vez mais dificuldades para manter esses papéis.

Será dada a vocês, estejam certos, pela Inteligência da Luz, a capacidade necessária e a energia suficiente para realizar o que é para realizar.

Outros tem a oportunidade de poder viver uma liberação total de todos os engramas denominados sociais.

Lembrem que vocês não chegaram por acaso a essa idade, hoje, no mundo, nas ocupações que vocês tem, que isso seja se ocupar de crianças ou se ocupar de outras pessoas, que isso seja trabalhar em tal local como em outro local ou de não mais trabalhar, porque a Inteligência da Luz vai operar em vocês, para levá-los aonde devem ir.

Isso pode se traduzir, para alguns, pelo aparecimento de resistências, de conflitos.

Isso é, evidentemente, a Verdade do que deseja para vocês a Luz Vibral e sua Inteligência.

Então, cabe a vocês se adaptar, cada um, nisso que vocês chamam de a vida concreta, que nós denominamos, a Ilusão a mais total.

A um dado momento, a Consciência, efetivamente, estabelece uma escolha.

O que ela deseja?

Estabelecer-se no Si de maneira definitiva e viver o Maha Samadhi, ou continuar a manter essa Ilusão de um modo ou de outro?

Mas, mais uma vez, e como nós o dissemos, são apenas vocês que podem realizar essa última etapa.

Apenas vocês frente a vocês mesmos que podem decidir.

Eu não posso dar para cada um a resposta, a mais adequada, porque é uma resposta de si face ao Si.

Retenham, entretanto, que se vocês agirem através da Graça, da Verdade e da Beleza, seu caminho tornar-se-á um caminho de rosas.

Naquele momento, tudo se tornará fácil, a evidência se fará, não terão mais combate, não terão mais resistência e tudo se estabelecerá em sua vida segundo as leis da Unidade e da facilidade.

Mas novamente, devem talvez, para alguns, deixar certas coisas para adquirir outras coisas.

Adquirir, o Ser, necessita às vezes deixar tudo.

Isso foi ilustrado em todas as tradições.

Vocês não podem participar a um dado momento nesse mundo e ser de mundos Unificados.

Novamente, eu preciso que o caminho de cada caso é diferente, mas se um dia vocês se encontram confrontados com esse dilema, com essa problemática de escolha, então apenas vocês e vocês sozinhos que podem realizar esse abandono à Luz.

Abandono à Luz que se faz e que se traduz pela ativação da Alegria interior, do Maha Samadhi ou do Samadhi intermediário e em todo o caso pela Fluidez, pela Unidade e pela Verdade.

Pergunta: Alguém que descobrisse hoje esses caminhos espirituais, ele poderia começar pelo ‘Yoga da Unidade’ ou bem deveria primeiro começar por outras coisas?

Querida Irmã, cada caminho sendo diferente, alguns viverão imediatamente o ‘Yoga da Unidade’, outros repassarão anteriormente pelas ‘Núpcias Celestes’, passando pela ativação das 5 novas frequências e dos 5 novos corpos.

Mais uma vez, aí também, cada caminho é diferente.

Lembrem que, como o anunciou o Arcanjo Miguel, os textos são palavras.

As palavras podendo ser interpretadas e traduzidas de um modo que é muito diferente para cada um.

Mas, além disso, existe um religação às palavras pronunciadas pelo Arcanjo, permitindo, de maneira intemporal, viver as ‘Núpcias Celestes’ hoje.

Do mesmo modo, o ‘Yoga da Unidade’ lhes permite estabelecer a Coroa de sua cabeça e então sentir as Estrelas.

Lembrem que isso não é um trabalho intelectual, mas um trabalho Vibratório.

Portanto, não devem confundir estar no Coração (tal como se pensa e se concebe) e estar no Coração pela Vibração da Unidade.

Trata-se de dois mundos totalmente diferentes.

Assim, cada um deve vibrar e perceber a Vibração real e de sua Consciência, acompanhando a Vibração ou a seguindo, mas cabe a ele se estabelecer na Alegria e na facilidade.

Pergunta: Poderia nos falar dos 12 Super Universos?

Antes de falar dos 12 super Universos, eu creio que isso foi dito pelos Arcanjos, e eu calcarei minhas palavras sobre isto porque são importantes.

O conhecimento pode ser assim dividido em 2 conhecimentos.

Um conhecimento Interior e um conhecimento exterior.

O conhecimento exterior compreende 2 partes: o conhecimento exotérico e o conhecimento esotérico.

O conhecimento Interior é, ele, etimologicamente aquele que existe sem o filtro do mental.

Ele é então Interior, imediato, espontâneo.

Como o disseram alguns sábios: falar-lhes do outro lado não lhes permite passar do outro lado.

Da mesma maneira, falar-lhes dos 12 Super Universos não lhes permite ali aceder.

Isso permanecerá uma letra morta porque não é possível fazer vibrar o que existe em meio a esses mundos Unificados, bem além de sua realidade ou mesmo de sua simples vivência de Existência ainda fracionada.

Eu os convido então, do mesmo modo que nós revelamos os 144 caminhos existentes em meio às 12 Estrelas (porque cada um pode utilizar o caminho que deseja ou que ele desejou criar em meio a essas 12 Estrelas) do mesmo modo, falar-lhes de seu corpo de Existência, descrever-lhes um corpo de Existência de 11ª Dimensão, de 18ª ou de 24ª Dimensão, permaneceria apenas um conhecimento esotérico, mas de todo modo exterior.

Somente o conhecimento Interior, Vibral se eu posso dizer, é capaz de fazê-los perceber e vibrar certos conceitos que não podem jamais ser conceitualizados em meio a esse mundo ilusório.

Toda falsificação, aliás, consistiu em fazê-los acreditar que através de um certo sistema de conhecimentos exteriores mas esotéricos, em meio a diferentes sistemas perfeitamente constituídos, vocês iriam poder se extrair e evoluir para a Luz.

Não há nada mais falso.

Isso faz parte da ilusão Luciferiana como foi estruturada, como foi construída por Yaldabaoth.

Compreendam bem que o único conhecimento é imediato e ele é Interior e ele não será jamais exterior porque isso que releva do conhecimento exterior, mesmo se os ensinamentos são corretos e totalmente corretos, servem apenas a uma finalidade, que é a ilusão Luciferiana, dando-lhes a ilusão de progredir nesse mundo (e certamente vocês ali progridem, vocês ali adquirem certo número de experiências), mas jamais isso lhes permitiria sair porque o único modo de sair é o Coração, o que eu chamei em minha vida: “a realização do Si”, “a realização da impermanência do estado bramânico”.

Nos tempos em que vocês vivem, não é conveniente outra coisa que a simplicidade, que a humildade, e que os estabelecem em meio à Graça, à Beleza e à Verdade.

Todo o resto afasta-os de seu Coração, de seu centro e de sua Unidade.

Aqueles (e nós os prevemos) que tem necessidade de viver certos ensinamentos denominados ‘conhecimento exterior’, mesmo sendo esotérico, prosseguirão nos mundos em carbono, não mais desligados da Fonte, mas, entretanto, aonde eles poderão saciar suas inclinações e seus desejos que lhes restam experimentar antes de se reunirem definitivamente à Fonte.

Pergunta: Poderia nos falar do fim do mundo ilusório?

Caro Irmão, cada um viverá suas escolhas.

Cada um viverá sua Vibração.

Cada um viverá sua destinação e seu caminho.

Lembrem-se e essa palavra foi seguidamente empregada: a lagarta se torna borboleta.

Antes que a lagarta se torne borboleta, a crisálida deve se constituir.

Esses momentos, como vocês sabem, serão e se chamam os ‘3 Dias de Trevas’.

Naquele momento, quando a crisálida for constituída, as borboletas nascerão.

Elas estarão, contudo, sempre na 3ª. Dimensão porque deverão ali trabalhar ainda um pequeno tempo, a fim de permitir àqueles que são ainda lagarta verem a Luz Unitária e, se possível, reconduzi-los à sua própria Fonte.

Como irá terminar o mundo concreto?

Vários vislumbres e vários aspectos podem ser dados.

Obviamente, há uma ‘visão do medo’, que é apenas o reflexo de seu próprio medo Interior.

Então vocês seriam tentados a chamar isso de destruição, basculamento dos polos, erupção da luz solar, transformação do sol no gigante vermelho, aparição em seus céus de coisas excepcionais.

E depois há a ‘visão Unitária’, onde a Alegria vai aumentar, onde as partículas adamantinas, que vão penetrar cada vez mais nesse mundo como alguns as percebem e as veem já, vai fazê-los vibrar cada vez mais em Unidade, vai fazê-los Seres de pura Luz, irradiantes e transcendentes dessa Luz.

Cada um viverá em função do que ele deseja.

Do mesmo modo que, quando vocês vivem em meio a essa Ilusão um processo denominado morte, quando essa morte é anunciada, não os pegam de surpresa.

Há sempre algumas etapas para passar.

Primeiramente a negação, a recusa, a negociação, a aceitação e enfim a serenidade.

Do mesmo modo, para o fim do que vocês denominam esse mundo concreto e ilusório, cada um de vocês irá passar por essas etapas.

Alguns já passaram.

Alguns não passaram.

Aqueles que não querem passar, digo bem que isso não tem importância, porque a vida continuará para eles como eles o desejam.

Lembrem que na organização dessa translação dimensionsal, tudo está em ordem e tudo está perfeito, correspondendo por aqui à frase: “que lhes seja feito segundo sua fé e segundo sua Verdade”.

Não há então que projetar qualquer apreensão ou antecipação do que quer que seja.

O mais importante é reencontrar o que vocês são em Unidade e em Verdade.

Reencontrem a chave de seu Coração, vivam-na e Vibrem-na.

Todo o resto se estabelecerá sob a ação da Inteligência da Luz e a Inteligência da Luz será sempre, como já o disse, muito mais inteligente que seu mental.

Agora, grande número de profetas, grande número de médiuns e de seres tendo percorrido essa Terra tiveram acesso a essa visão.

Eu mesmo, em minha vida, a descrevi.

Muitos seres a descreveram, cada um em função de seus próprios filtros no momento em que a viviam.

Essa etapa depende de seu ‘ponto de vista’ e de seu olhar.

Se vocês realizam o ‘Yoga da Unidade’ e se vocês se estabelecem em seus 4 Pilares, que, eu repito, são a Atenção, a Intenção, a Ética, a Integridade, naquele momento, isso acontecerá de maneira evidente e simples e principalmente em uma grande Alegria.

Pergunta: Poderia desenvolver sobre os 4 Pilares?

Caro Irmão, a Atenção é Alfa.

A Atenção, e colocar Atenção, significa que a Consciência, em Unidade e em Verdade, como em meio a essa Ilusão, vai focalizar sobre algo.

E, aliás, é a partir desse princípio, denominado Alfa ou ‘Fogo Prometéico’ ou ‘Fogo Luciferiano’, que o mundo foi falsificado.

A Atenção que vocês vivem hoje está, de maneira muito habilidosa, centrada sobre sua vida concreta, como vocês a nomeiam: afetiva, sexual, social, familiar, profissional.

Ora, a Consciência segue a Atenção.

A Intenção segue a Atenção, colocando-os sobre um caminho que foi qualificado de ‘Alfa e Ômega’, mas chegar à Atenção é tornar-se Criador.

Assim Cristo disse: “Eu sou o Alfa e o Ômega, o início e o fim, Eu sou AL e OD”.

Centrando-se no ‘Aqui e Agora’ (representados por 2 outros Pilares: IM e IS), vocês vão poder traçar sua Cruz da Redenção.

O desdobramento e a manifestação de Ki-Ris-Ti e do princípio Tri-Unitário – Cristo, Maria e Miguel –, permitiu reimplantar o conjunto de suas funções espirituais.

Enquanto vocês estiverem fechados em meio à Dualidade, chamado de mundo binário, entre Alfa, Bem e Mal, vocês não poderão estender o OD.

Vocês estiveram fechados em meio a um triângulo invertido, vocês se estabeleceram no julgamento e na dicotomia, a 3D dissociada.

Hoje, vocês tem Liberdade para alcançar a Intenção e se tornarem os Criadores.

A partir do momento em que sua Intenção está centrada pela Integridade e pela Ética, naquele momento, vocês se estabelecem no centro, e naquele momento, as partículas adamantinas presentes na Terra podem se espalhar em vocês, restituindo-os à sua própria Unidade.

Portanto, o conhecimento exterior é aquele da visão exterior.

Ele está associado ao triângulo Luciferiano, constituído por AL, Atração e Repulsão (ou, se preferem: AL, Bem e Mal) que faz com que seu cérebro, no qual foram enxertadas partículas falsificadas sob forma de ‘núcleos’, por manipulações genéticas, tenha inscrito em meio ao Homo sapiens certo número de Dualidades.

Essa Dualidade é indispensável para manter a matriz.

Portanto, conforme onde vocês colocam sua Atenção e sua Intenção, conforme sua Ética e sua Integridade, vocês vão poder, ou não, se estabelecer sob a influência do canal do Éter (canal denominado Sushumna) sobre o qual foram inseridas ‘partículas adamantinas’.

Naquele momento, vocês se tornam, vocês mesmos, canal e Fonte de Cristal, e ponte entre sua personalidade de 3D dissociada e sua Dimensão de Existência.

Assim, os 4 Pilares, como lhes foi dito, correspondem também às 4 linhagens espirituais e também aos 4 Elementos, mas não mais fechados e privados de Éter (ou, se vocês preferem, de Eternidade), mas sim recolocados no centro pela Eternidade, pelo Coração.

Portanto então, revelar as 12 Estrelas limita o Fogo Luciferiano e o Fogo Prometéico, permitindo-lhes reencontrar o Fogo do Coração – Cristo, Maria e Miguel -, cuja ponta não está mais no alto, mas embaixo e recolocado em bom local, ou seja, no Coração.

A fecundação do Espírito e da matéria, em meio à matéria.

Assim, obviamente, aonde vocês colocam sua Consciência, sua Intenção e sua Consciência, se isso concerne ao conjunto dos mundos Ilusórios, como por exemplo olhar imagens com seus olhos, ver e mesmo pela clarividência ou pelo 3º Olho.

A vidência pelo 3º. Olho ou a ‘vidência astral’, mesmo existindo ao nível do plexo solar, não tem estritamente nada a ver com a visão Interior.

A visão da intuição associada ao 3º. Olho é centrada pelo triângulo Luciferiano, símbolo ô como conhecido e sobre o qual os Arcontes brincaram: o olho no meio da pirâmide e depois o olho acima da pirâmide.

O olho do Coração não tem nada a ver com isso, porque o Um serve Todos, contrariamente ao Todos servem Um, Luciferiano.

O princípio foi exatamente invertido e virado.

Assim então, aonde vocês põem sua Atenção, com a Intenção de tornar-se novamente Criador e Unitário, vocês se recolocam muito facilmente na Ética e na Integridade, permitindo-lhes viver o ER da Eternidade, do Éter, colocando-os novamente então no Coração e permitindo-lhes implantar sua visão Interior, seu conhecimento Interior e não mais aderir ao conhecimento exterior.

Nós não temos mais perguntas. Nós lhe agradecemos.

Queridas Irmãs e queridos Irmãos, de meu Coração a seu Coração, que a Alegria da Unidade e da Verdade, que a Graça e a Beleza estejam em vocês, por vocês e vocês.

Meu Amor os acompanhe.

Mensagem do Venerável UM AMIGO no site francês:

http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=777

2 de outubro de 2010 (Publicado em 7 de outubro de 2010)

Tradução para o Português: Zulma Peixinho


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *